A economia de mercado subestima os bens públicos, como a qualidade ambiental e os serviços ambientais.